quarta-feira, 17 de junho de 2009

Ah!



Ah!
Liberdade,
tão bem vinda virtude.
Belos seriam seus caminhos
se não houvesse tantas restrições.
Ah!
Bom seria!

Por outro lado
Cego mental é quem não a enxerga.
Fica criando prisões para se esconder.
Construindo razões para não desmistificar .

“o mundo é cruel”
Um cético logo diria.

Um pagão diria ser livre.
“O anticristo tardará a chegar?”
Logo pensaria.

Enquanto os povos confrontam seus próprios mundos.
Os homens gananciosos estão lutando por poder.
Uma hora contra os pagãos,
noutra, contra os céticos
Só que na maioria das vezes,
a guerra envolve o próprio Deus.
Aquele que criou o bem,
o mal,
o livre arbítrio.

Enquanto os Deuses fizeram parte do politeísmo
as grandes nações prosperaram.
Foi no fim do Império romano que surgiu o cristianismo.
Porque antes,
Egito, Grécia, Esparta, Roma, o império Mongol (este depois).
A história é quem diz.
Soberania em todas as cláusulas.
Nas nações do meio,
os filósofos eram louvados.
Na primeira e na última, por serem mais tribais
os ídolos causavam sacrifícios reais, feitos para eles.
Não criando subterfúgios e colocando culpa no além.

Os mesmos pensadores que eram louvados,
ainda são.
- Tales Mileto, Anaximandro de Mileto, Socrates, Platão, Aristóteles.
- Plotino, Epiteto, Ptolomeu
- Cícero, Sêneca, Marco Aurélio, Boécio.
Foram responsáveis pelo que vemos aí fora.
Foram eles que iniciaram os conceitos perfeitos.
As ideologias mais abstratas.
Foi por causa deles, que o homem colocou “coisas na cabeça”.

Como podemos louvar o passado
E esquecer de como o presente esta?

Onde estão os livres pensadores?
Talvez jogados como parte da mobília da cidade.
Aquelas mobílias inusadas,
Banidas para o porão
Sujo e injusto.

Lemos Drumond
Assistimos Fellini.
Lemos Sant’anna
Assistimos Brecht.
Vemos Aachen {pela internet (se é que dá)}
Analisamos Lichtenstein ¨ ¨ ¨.
Ouvimos Mozart
Ouvimos Doors.

As gerações que passaram
Estão esmagando as novas tendências.
A resposta se obtem ouvindo o que nos dizem:
“esta geração esta perdida,
não sabe nada”.
Subjugando que também podemos.
Como brasileiro é conformado por natureza,
as promessas vão sucumbindo.

No mundo do consumo.
Existe o lado intelectual...
Onde ele esta?
Pode ser que esteja escondido
sob forma de propaganda
num comercial que ninguém presta atenção em arte.
Existem sim, os que adimiram.
Uma propaganda boa é ótima de ser vista.
Porém não é arte.
Infelizmente, é dentro dela que encontramos os maiores livres pensadores.
Pode até ser que hoje a arte seja:
mercado, público potencial, público alvo e marketshare do concorrente.
Tudo bem que até a guerra é considerada como arte.
Quem sou eu pra discutir?
Ainda bem que o Sun Tzu era chinês,
porque se fosse brasileiro nós estariamos como eles.
Se Sun Tzu fosse vivo hoje, seria o dono da Toyota.
Ou qualquer multinacional oriental gigante.

Os primeiros capitalistas foram muito espertos.
Tomaram todas as forças do mundo:
A guerra, transformaram em mercado;
A música, em jingle;
A bandeira, em logotipo;
A pintura, em propaganda
(se bem que os antigos dos antigos promoviam-se em retratos).

Assim fizeram dos livres
uma propriedade particular privada.
Burros os governos que não fazem o mesmo.
Como o governo sovietico fez.
Pelo menos em tamanho foi poderosa.
Ruiu pelo extremismo.
O mesmo vai acontecer com o império que vemos hoje.
pelo mesmo motivo.

Chega de pensar,
O wikipédia tem tudo.
Pra que corrigir? deixa pro word.

A massa proclama liberdade!
Como dito no começo,
a massa que pede
é a mesma que prende.

“Papo chato”
as vezes ouvimos de abelhas zombeteiras.
Diremos o que é chato pra estes que só movem membranas.
- Chato é viver sem saber escolher.
- Chato é a covardia (ah se ela não existisse)

Em que parte do período da era Cenozóica
Foi dito que precisavamos ter medo?
Gostaria de trazer este cara pro futuro e mostrar sua culpa,
E perguntar: porque?

Custa caro ser livre nesta sociedade onde um jornal anuncia uma trajédia,
seguida da queda na inflação.
“o avião da aircraft caiu no oceano ártico...
o número total de pessoas desaparecidas no bombardeio quiquita sobe para 800...
ainda hoje: a seleção do técnico Dunga se prepara para enfrentar a Estônia”.
(???????????).
Agora,
vai falar para um jornalista que ele nada na mesma lama que a sua.
Óbvio. Quase nenhum vai concordar.
De onde surgiu a propaganda?
Poupe-nos da resposta.
A atualidade é um grande estígma do passado.

Imagine o conhecimento como uma pedra jogada num lago.
Na água forma ondas centrais,
intensas e pequenas,
sequenciadas de outras maiores com menos intensidade.
Alvin Toffer mediu três:
A da revolução agrícola;
A da Revolução industrial;
E a do industrialismo.
Estamos na última.
O industrialismo já nos transformou.
Veio em forma de ondas.

É simples acabar com o conhecimento;
É só não jogar mais pedras,
esperarando o Tsunami nos acertar.
É só perder a ilusão
e se conformar com a pedra que foi jogada lá atrás.
Não fazendo nada para mudar.

Ah
Liberdade.
Fica colocando palavras nas nossas bocas.

---------------------------------------------------------------------------

Julian Beever é um artista inglês. Usa a técnica de projeção "anamorfose", que cria uma ilusão de ótica 3D quando a imagem é vista de determinado ângulo. Tudo feito com giz – chalk art.


---------------------------------------------------------------------------
Quer encontrar aquele título que você nunca viu na locadora?
de sábado eles ficam em uma barraquinha ao lado do espaço unibanco.
----------------------------------------------------------------------------
Adoro coisas antigas. só que também gosto de prestigiar o que minha geração fez. existem coisas novas boas. basta procurar.
Falando em coisa antiga:


3 comentários:

coffee-break disse...

hauahuah

E você anda inspiradíssimooo!
demais :D

"Onde estão os livres pensadores?"

Estão nas ruas ouvindo Mozart e Doors, tomando cachaça e falando besteira... estão fazendo blogs pra ver se um dia a GRANDE inspiração sai!

não se aflija, nossa escola literária ainda não existe, assim como os românticos nunca souberam o romantismo, não saberemos a que parte da história fazemos (faremos) parte um dia... será espetacular, acredite... e propaganda é arte, tudo é música, então tudó é arte!

boa semana.
beijos

Renato disse...

Salve amigão!
São todos textos seu?
Se for. parabéns!
abração

THE LIFER disse...

várias referências escritas em um texto só. andas inspirado hein pocpoc... hehehe
sucesso aí