segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Pergunte

Pergunte-me o que gosto em você...
Não me faça jurar,
tudo que digo é verdadeiro.

Toque o meu rosto com o teu,
Para que eu quase mudo
Sussurre aos seus ouvidos
infinidades de adjetivos.
Direi coisas que nunca ninguém vai imaginar,
Coisas que nestas linhas não cabem.
Coisas que apenas interessam a ti.
Materialize.

8 comentários:

Nydia Bonetti disse...

há mesmo coisas que não cabem nos versos... transbordam.
boa semana, marcelo! abraços.

coffee-break disse...

Materialize :)

acho que alguém anda inspirado por aqui também...

saudade!

beijos

marcelo cajui disse...

é nydia, nestas horas agente percebe que a vida ta aí pra gente viver.
valeu!
abraço

marcelo cajui disse...

Eae Nagila!
saudade de você, meu!

Leon K. Nunes disse...

Ainda bem que existem os adjetivos para exprimirmos o que sentimos e o que pensamos aos sussurros; e pena que mesmo eles nem são tão infinitos assim, de maneira que sempre se pensa que poderia dizer ainda mais.

Gostei da poesia, e das prosas. Destaque para o vídeo do Bob Dylan, Willie Nelson.... demais, esses caras.

Priscilar disse...

Tão curto e tão completo.
Doar tal afeição e envolver ela no próprio prazer é sim..., lindo.
Gostei.
Li porque é curto, e daí? rss..Ah muito longo os seus textos..
Aliás! To lendo o livro! Imprimi 30 páginas!
Bjs ;-D
Pri

marcelo cajui disse...

valeu pelo comentário Leon. acho que as coisas são mais para finitas do que pra infinitas. rs.

Dylan é fora de sério. se fizessemos um trisco do que ele fez já seria grande coisa.

abraço.

marcelo cajui disse...

Olá Priscilar!!! que bom seu comentárioo.
pow. é tudo muito simples e as vezes complicamos as coisas né?!

Mas assim. to intercalando: um longo, e um mais curtinho. é que os longos tenho que postar. pq senão vão perder o sentido de terem sido escritos.

que ótimo que tah lendo! mudei algumas coisas no começo. mete a caneta vermelha aí! kkk
beijo